FALE CONOSCO: (67) 3409 1234

Copasul - Cooperativa Agrícola Sul MatoGrossense
Download NFe/XML Webmail

640x480_7a51b64337b2e4102de041fe929df2db

Mato Grosso do Sul já vendeu 71% da soja colhida na safra 2017/2018

10, Jul de 2018
Voltar

  FONTE: Campo Grande News

Mato Grosso do Sul havia vendido, até a última segunda-feira, 71% das 9,5 milhões de toneladas de soja produzidas na safra 2017/2018. Segundo boletim da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado), esse montante está 11 pontos percentuais maior do que no mesmo período do ciclo 2016/2017, quando haviam sido comercializados 59,82% da colheita.

  O preço médio da saca da oleaginosa subiu em média 5,23% entre os dias 25 e 29 de julho e fechou o mês em torno dos R$ 70,38.

 

  Campo Grande teve a maior alta entre todos os municípios pesquisados. Na Capital, os valores saltaram de R$ 68 para R$ 70, o que resulta em uma alta de 6,06%. Em relação a junho de 2017, houve alta de 25%, já que nessa mesma época a saca estava saindo por R$ 55,78%.

  Dourados registrou o maior preço para a soja, que chegou aos R$ 72 no dia 29 de junho, com alta de 5,88% em relação ao início da semana.

  Segundo a Famasul, as altas no dólar estão favorecendo os preços internos, que só não estão mais altos porque a nível internacional o preço da soja está em queda.

  Mato Grosso do Sul teve produtividade de 59,17 sacas por hectare na safra 2017/2018. A região sul, cuja área plantada correspondeu a 61,55% do total, teve resultado de 58,88 sacas por hectare.

  Já os municípios localizados na área central do estado, que respondem por 21,29% das áreas plantadas, tiveram produtividade de 57,49 sacas por hectare.